Suspeitos de avisar sobre blitze em grupos de mensagens são identificados

Por Hebert Borges | Portal Gazetaweb.com 01/10/2019 15h21

Cinco pessoas suspeitas de divulgar blitze de trânsito em grupos de mensagens em aplicativos foram identificadas pela polícia. As autoridades trabalham agora para prender em flagrante os autores de áudios que circulam nas redes sociais. A polícia estima que as mensagens foram espalhadas em cerca de 15 grupos e tenham atingido em torno de 5.000 pessoas.

A Gazetaweb teve acesso ao conteúdo das mensagens. Nos áudios, são passadas as localizações exatas de viaturas de fiscalização, e além das mensagens de voz, são enviadas imagens. Segundo o coronel Lizário, comandante do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRV), a prática é crime previsto no art 265 do Código Penal. “Atentar contra a segurança pública. Infelizmente ainda não existe Lei específica para esse tipo de prática. Essas pessoas são enquadradas em crimes Cibernéticos”, explica. Segundo ele, a pena é de prisão que vai de 1 a 5 anos.

As autoridades ponderam que a atuação dessas pessoas é um desserviço à sociedade e coloca em risco a integridade e a segurança de todo o coletivo de pessoas, que podem se deparar com um bêbado ao volante ou com um ladrão que sabe onde a polícia está e evita passar pelo local.

Fonte: https://gazetaweb.globo.com/portal/noticia/2019/10/suspeitos-de-avisar-sobre-blitze-em-grupos-de-mensagens-sao-identificados_87078.php

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *